CAPE – NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO ESPECIALIZADO


Para oferecer suporte ao processo de inclusão escolar dos alunos com necessidades educacionais especiais na rede estadual de ensino foi criado, em 2001, o CAPE - Centro de Apoio Pedagógico Especializado, em continuidade ao trabalho desenvolvido pelo CAP-DV (Centro de Apoio Pedagógico para Atendimento ao Deficiente Visual), iniciado em 1994.

O Centro, hoje denominado Núcleo de Apoio Pedagógico Especializado-CAPE atua no gerenciamento, acompanhamento, e suporte às ações regionais de educação especial, nos processos de formação continuada, na provisão de recursos e na articulação das escolas com a comunidade, procedendo a orientações e encaminhamentos.

O envolvimento das 91 Diretorias de Ensino, com suas equipes de Supervisores, Assistentes Técnicos dos Núcleos Pedagógicos e professores especializados, e garante a capilarização do atendimento nos SAPEs - Serviços de Apoio Especializado(Salas de Recursos,Classes Regidas por Professores Especializados,Serviço Itinerante e Classes Hospitalares) . Estes serviços permitem que o atendimento se estenda a mais de 50 mil alunos. Convênios firmados com instituições e credenciamento de escolas especializadas permitem o atendimento daqueles alunos que, pelo seu comprometimento, exigem pessoal e equipamento muito especializados. São 290 convênios firmados com instituições especializadas, que atendem cerca de 33 mil alunos. Com isso o atendimento de alunos com necessidades educacionais especiais chega a mais de 90 mil alunos. Em escolas especializadas são atendidos cerca de 5. 000 alunos autistas.

O suporte ao processo de inclusão escolar envolve a produção de livros em Braille e em tipos ampliados e, ainda, um Plano de Adaptação de Prédios Escolares, cuja execução está a cargo da FDE - Fundação para o Desenvolvimento da Educação, com o objetivo de proporcionar acessibilidade física de alunos com necessidades especiais aos prédios escolares.

Quanto ao processo de formação continuada o CAPE, prioriza temas como: Educação Física Adaptada, Uso e Ensino do Soroban Adaptado para Cegos, Ensino de Língua Portuguesa para Surdos, Superdotação/Altas Habilidades, Distúrbios Globais do Desenvolvimento, Atendimento Educacional no Contexto Hospitalar, Estudo de Caso, Tecnologias Assistivas, Comunicação Alternativa e/ou Suplementar, Dinâmica da Sala de Recursos.

Nessa ação prioritária o CAPE tem estabelecido uma profícua relação com Universidades, favorecendo uma prática pedagógica iluminada pelas pesquisas acadêmicas.